INSÔNIA, REMÉDIO É O MELHOR CAMINHO?

A insônia é um distúrbio do sono prevalente que afeta até quarenta por cento da população em algum momento da vida. As implicações sociais, econômicas, psicológicas e físicas da insônia são substanciais, com evidências ligando a condição a um risco aumentado de hipertensão, doenças cardiovasculares, ansiedade e depressão, bem como como qualidade de vida prejudicada, acidentes e baixa eficiência no trabalho e disfunção familiar.

Na maioria dos casos, os pacientes não procuram tratamento médico e, em vez disso, adotam medidas, como uso de medicamentos sem receita médica. Antes de recorrer a essas medidas indico aqui algumas medidas comportamentais para “higiene do sono”:

1- Evite estimulantes à noite: Cafeína, nicotina, energéticos, chá verde, chocolates e medicamentos que possuem estimulantes são todos inimigos do sono.

2- Tenha um ambiente sem barulho e escuro para dormir - isso favorecerá a produção de Melatonina, evite a luz brilhante de eletrônicos!



3- Tenha seu horário para dormir - Quanto mais rotineiro for seu sono, melhor o seu corpo entenderá que é ou não hora de dormir.

4- Evite ficar horas na cama sem que seja para dormir - Deite-se quando tiver sono.

5- Atividade física - Até mesmo a mais leve das caminhadas (a partir de 30 minutos, algumas vezes por semana) pode te ajudar a regular o sono no dia a dia, mas evite pelo menos 2 horas antes de dormir.

6- Alimentação- Se você come alimentos saudáveis e está de olho para evitar o consumo de ultra processados, a tendência é que você se sinta melhor e durma melhor. Faça sua última refeição pelo menos 3 horas antes de dormir.

Algumas suplementações podem ser usadas e melhoram a qualidade do sono, principalmente em idosos, como: Zinco, Magnésio, L- Melatonina.

A Medicina Ortomolecular utiliza também de plantas ou extratos derivados de plantas para fins terapêuticos, tem sido usada para tratar distúrbios do sono: Ashwaganda (Withania somnifera), lúpulo (Humulus lupulus), erva-cidreira (Melissa officinalis), camomila alemã (Matricaria recutita), valeriana (Valeriana officinalis), Crataegus oxyacantha(espinheiro branco), Erythrina mulungu e Kawa-kawa.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo