Como a Psiquiatria pode te ajudar?

Atualizado: 12 de abr.

Psiquiatria é uma das especialidades da Medicina, e basicamente é responsável pelo diagnóstico e tratamento dos chamados Transtornos Mentais e de Comportamento, atuando com a prevenção, o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação dos diferentes modos de manifestações das doenças mentais em geral. São exemplos destas: a depressão, o transtorno bipolar, a esquizofrenia, a demência e os transtornos de ansiedade. Os médicos especializados em psiquiatria são em geral designados por psiquiatras.


A avaliação psiquiátrica envolve, além de uma avaliação médica geral, o exame do estado mental e a história clínica psiquiátrica. Testes psicológicos, neurológicos, neuropsicológicos e exames de imagem podem ser utilizados como auxiliares na avaliação, assim como exames físicos e laboratoriais. Os procedimentos diagnósticos são norteados a partir do campo das psicopatologias; critérios bastante usados hoje em dia, principalmente na saúde pública, são a CID-10, da Organização Mundial de Saúde, e o DSM-5 da American Psychiatric Association. Uma avaliação médica geral também deve ser garantida no contexto da avaliação psiquiátrica, dada a importante influência das condições médicas gerais no comportamento humano e no desenvolvimento natural dos transtornos mentais.


Os medicamentos psiquiátricos, ou psicofármacos são parte importante do arsenal terapêutico, o que é único na Psiquiatria, assim como procedimentos não farmacológicos, ou "físicos" como a eletroconvulsoterapia e Estimulação magnética transcraniana por exemplo.[2] A psicoterapia também faz parte do arsenal terapêutico do psiquiatra, embora também possa ser utilizada por outros profissionais de saúde mental, como Psicólogos. Os serviços psiquiátricos podem fornecer atendimento de forma ambulatorial (consultas) ou em outros regimes, como hospital dia ou internação. Internação é indicada em casos mais selecionados, de acordo com a gravidade do transtorno ou necessidade de um acompanhamento mais próximo da equipe de tratamento, como por exemplo quando há risco de suicídio.


A palavra Psiquiatria deriva do Grego e quer dizer "arte de curar a alma".


Aparentemente, a Psiquiatria originou-se no século V a.C., enquanto que os primeiros hospitais para doentes mentais foram criados na Idade Média. Durante o século XVIII a Psiquiatria evoluiu como campo médico e as instituições para doentes mentais passaram a utilizar tratamentos mais elaborados e humanos. No século XIX houve um aumento importante no número de pacientes. No século XX houve o renascimento do entendimento biológico das doenças mentais, introdução de classificações para os transtornos e medicamentos psiquiátricos. Estudos científicos continuam a buscar explicações para as origens, classificação e tratamento dos transtornos mentais.


Os transtornos mentais são descritos por suas características patológicas, ou psicopatologia, que é um ramo descritivo destes fenômenos. Muitas doenças psiquiátricas ainda não têm cura. Enquanto algumas têm curso breve e poucos sintomas, outras são condições crônicas que apresentam importante impacto na qualidade de vida do paciente, necessitando de tratamento a longo prazo ou por toda a vida. A efetividade do tratamento também varia em cada paciente.


Mulher adulta em consulta com o psiquiatra

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo